Glossário

HOME > BIBLIOTECA > GLOSSÁRIO


A

Alabarça – Recurso Operacional

Pedaço de sarrafo pregado sobre dois sarrafos.


Alçapão – Elemento de Palco

Espaço aberto em qualquer parte do piso do palco que possibilita o uso do porão para entradas e saídas de cena, tanto de artistas como de material cenográfico.


Americana – Mobiliário

Parte longitudinal da estrutura de um praticável e que faz a união das polias. Também viga em treliça.


Aplique – Vestimenta Cenográfica

Peça aplicada sobre outra. Elemento ornamental ou de decoração.


Arara – Mobiliário

Estrutura com barra horizontal para dependurar trajes de figurino.


B

Baguete – Recurso Operacional

Peça de madeira ou metal, de perfil quadrado, para fixação ou arremate.


Bainha – Recurso Operacional

Arremate das vestimentas, sendo a bainha inferior em forma de bolsa, onde se introduz tubo, sarrafo ou corrente para seu estiramento.


Balancinho – Recurso Operacional

Estrutura em forma triangular, armada em corda, madeira ou metal, suspensa por um só tiro (corda ou cabo).


Bambolina – Vestimenta Cenotécnica

Vestimentas suspensas sobre toda a extensão do palco, que evitam o vazamento do urdimento e definem a altura do palco. Peças em tecido de pouca altura e de grande comprimento.


Bambolina mestra – Vestimenta Cenotécnica

Peça em tecido, estruturada ou não, suspensa sobre a frente do palco e imediatamente atrás do quadro do proscênio. É a vestimenta que regula a altura da boca de cena.


Bandeja – Recurso Técnico

Peça de madeira ou metal em forma de “U” que serve de leito para os cabos elétricos que alimentam os refletores.


Bandeja de Breu – Mobiliário

Caixa de madeira ou metal que contém o breu para uso dos bailarinos.


Barra de afinação – Varanda

Barra de madeira ou metal usada para afinar e amarrar as cordas. Utilizada sempre com a barra de malaguetas.


Bastidor – Vestimenta Cenotécnica

Armação em madeira ou metal que é forrada sempre em tecido.


Batente – Recurso Técnico

Peça de madeira ou metal, fixadas nas guias dos carros de contrapeso, e que delimitam o percurso desses carros.


Biombo – Mobiliário

Conjunto de dois ou mais painéis montados em forma de ângulo.


Boca de cena – Palco

Vão aberto na caixa cênica que define a máxima abertura do palco, pode ser reduzida em altura e largura pela bambolina mestra e pelos reguladores.


C

Caixa de contrapeso – Recurso Técnico

Estrutura em metal, onde se alojam os pesos, para a manobra balanceada.


Caixa de gorne – Recurso Técnico

Pequena estrutura em madeira, onde se aloja o gorne, com eixo, espaçador, laterais e base.


Caixa de ponto – Mobiliário

Elemento em forma de caixa aberta com teto curv, utilizada para ocultar o ponto ou repetidor e projetar sua voz até os artistas em cena.


Calço – Recurso Operacional

Pedaço de madeira ou papelão que serve para nivelar. É colocado sob praticáveis, painéis e outros elementos.


Cambota – Recurso Operacional

Módulo de madeira recortada em forma de meia lua ou de acordo com o desenho proposto. Serve para a construção de árvores, colunas, praticáveis circulares.


Capela – Palco

Refere-se ao fundo do palco. Nos palcos à italiana é muito comum.


Carrinho – Recurso Operacional

Elemento que, usado num trilho, faz um carro para o movimento de cortinas e comodins.


Carro – Mobiliário

Plataforma com rodízios para transporte de elementos cênicos.


Cavalete – Mobiliário

Estrutura de madeira ou metal para suporte de tampos ou pranchões.


Chassis traineI – Recurso Operacional

Esqueleto ou estrutura de um painel ou bastidor.


Chaveta – Recurso Operacional

Pino de segurança de eixos.


Ciclorama – Vestimenta Cenotécnica

Grande tela com armação em forma “U” aberto e que vai ao fundo do palco. Pode ser encontrado nas cores branco, pérola, cinza ou azul claro.


Cilindro – Recurso Operacional

Elemento de madeira ou metal sempre com altura maior que o diâmetro do círculo da base.


Comodim – Vestimenta Cenográfica

Telão que atende a muitas funções e que, durante uma cena, permite que outra esteja montada atrás.


Concha acústica – Mobiliário

Conjunto de painéis verticais e teto que compõem uma caixa para a orquestra no palco. Na sua função acústica serve para a reflexão do som.


Contrapeso – Recurso Operacional

Peça de metal com função de fazer o equilíbrio dos cenários e equipamentos de manobra.


Contra-regulador – Vestimenta Cenotécnica

Painel secundário que complementa o regulador para evitar vazamentos.


Corda de manobra – Recurso Operacional

Corda que passa pelos gornes e é amarrada à vara para manobra da cenografia e vestimenta.


Corda de vaivém – Recurso Operacional

Tipo de corda sem fim usada na maquinaria de cortinas e para movimentar o carro de contrapeso.


Corta-fogo – Vestimenta Cenotécnica

Cortina de metal que separa a caixa cônica da platéia em caso de incêndio.


Cortina – Vestimenta Cenotécnica

Refere-se a cortina de boca de cena ou a uma cortina comum.


Cubo – Mobiliário

Tipo de praticável com seis lados iguais.


Cunha-palmeta – Recurso Operacional

Pequena peça triangular de madeira com funções variadas.




D

Desempenar – Recurso Operacional

Recurso de montagem com corda ou cabo para desempenar algum painel ou trilho empenado.



E

Eixo – Recurso Técnico

Barra metálica para giro dos gornes e roldanas.


Engradado – Mobiliário

Caixa feita de ripas separadas.


Escada – Mobiliário

Recurso utilizado para trabalhos de montagem e afinação no alto e, também, como elemento cenográfico.


Escora – Recurso Operacional

Vara de extensão para aprumar e manter fixos os painéis de grande altura.


Espaçador – Recurso Técnico

Peça de madeira ou metal para manter a mesma distância entre quaisquer elementos.


Espelho – Vestimenta Cenográfica

Plano vertical de material rígido que forra os lados de praticáveis, escadas, plataformas etc.


Estaca – Recurso Técnico

Elemento de madeira utilizado para amarração de cordas.


F

Falsa rua – Palco

Subdivisão de uma rua normal. Refere-se também a uma perna montada na metade de uma rua.


Falso proscênio – Palco

Estrutura adicional para tornar mais largo ou mais comprido o proscênio.


Ferro de salão – Recurso Operacional

Barra de metal tipo soleira. Usado na parte inferior de um painel, com porta para dar rigidez ao conjunto.


Fosso de orquestra – Palco

Espaço entre a primeira fila de poltronas e o palco, geralmente abaixo do nível da platéia, para ser utilizado pela orquestra.


Fraldão – Vestimenta Cenográfica

Tipo de telão ou cortina que se põe atrás dos cenários ou do palco quando há painéis com porta, janelas etc Evita vazamentos.


Freio – Recurso Técnico

Mecanismo da manobra para frear as cordas de vaivém.


Fundinho – Vestimenta Cenográfica

todos os painéis rígidos que compõem o fundo dos cenários e vão sempre apoiados diretamente no piso do palco.



G

Giratório – Palco

Palco em forma circular, que pode ser nivelado com o piso geral do palco ou sobreposto a este. Utilizado para mudanças cenográficas.


Gorne – Recurso Operacional

Carretel ou roldana de madeira. Usado nas manobras do sistema de corda


Gorne de cabeça – Recurso Operacional

Refere-se ao último gome por onde passam todas as cordas de manobras, que vão da vara, até a caixa de contrapeso, ou até barra de malaguetas.


Grade

Estrutura usada em janelas, portas, guarda-corpos ou mesmo para simular uma prisão.


Grelha – Urdimento

Estrutura de madeira ou metal formada pelas longarinas e talhos e que permite a instalação dos gornes ou roldanas para as manobras.


Grossura – Recurso Operacional

Recurso para simular a grossura ou profundidade de elementos cenográficos.


Guia – Recurso Técnico

Perfil de metal utilizado para guiar ou conduzir o carro do contrapeso, a porta corta-fogo, os reguladores etc.


L


Lambrequim – Vestimenta Cenotécnica

Pequena cortina tipo bambolina fixa na parte superior da boca de cena. Feito do mesmo material e da mesma cor da bambolina mestra.


Linóleo

Tapete formado por várias lâminas ou passadeiras, usado especialmente para a dança.


Longarina – Urdimento

Peça de madeira ou metal que compõe o piso da grelha em toda a sua extensão.


M

Macho e fêmea – Recurso Operacional

Tipo de união de peças de madeira.


Malagueta – Recurso Operacional

Peça de madeira ou metal, que se aloja na barra de malaguetas. É utilizada para a amarração de cordas.


Malhete – Recurso Operacional

Tipo de união de peças de madeira.


Manobra – Urdimento

Conjunto de cordas, cabos, roldanas ou gornes, carro de contrapeso e vara que permite o movimento de elementos cenográficos, vestimentas e equipamentos.


Mão francesa – Recurso Operacional

Estrutura triangular vertical, de madeira ou metal, usada como recurso para a sustentação de elementos cenográficos.


Mata junta – Recurso Operacional

Tipo de união de peças de madeira mediante um corte em diagonal.


P

Painel – Vestimenta Cenográfica

Peça vertical do cenário com chassis de madeira e forrado de tecido ou compensado. É o elemento básico da cenografia.


Palco

Espaço onde ocorre a representação.


Palmilha – Recurso Operacional

Pedaço de madeira que serve para tapar ou rechear um buraco.


Pano de boca – Vestimenta Cenotécnica

Telão principal que cobre toda a boca de cena. Pode ser ornamentado, pintado ou simples.


Pano de corte – Vestimenta Cenográfica

Telão ou rotunda que divide o palco e permite o desenvolvimento de uma cena e a montagem de outra atrás. Recurso para mudanças rápidas.


Pano de terra – Vestimenta Cenográfica

Tecido de lona pintado e texturizado que cobre o piso do palco. Parte integrante da cenografia.


Pedestal – Mobiliário

Estrutura de metal utilizada para microfones etc.


Pedestal-aranha – Mobiliário

Estrutura com três pernas articuladas.


Percinta – Recurso Operacional

Faixa superior das vestimentas onde são colocados os ilhoses para a fixação das mesmas nas varas de cenário.


Periacto – Vestimenta Cenográfica

Elemento cenográfico em forma de prisma, utilizado para se ter três mudanças.


Perna – Vestimenta Cenotécnica

Elemento que se caracteriza como limite lateral do palco. Tecido sem armação. O conjunto de pernas e bambolinas é parte da câmara negra.


Peso – Recurso Operacional

Bloco metálico que forma o conjunto do contrapeso.


Pestana – Vestimenta Cenotécnica

Utilizada para evitar o vazamento junto com as pernas ou bastidores. Sempre formando um ângulo.


Pizza – Mobiliário

Praticável redondo de pequena altura.


Plataforma – Mobiliário

conjunto de praticáveis utilizados como elemento cenográfico ou como palco.


Polea – Mobiliário

Parte transversal da estrutura de um praticável que junto com as americanas formam a base do praticável.


Ponte – Varanda

Estrutura horizontal, localizada sempre sobre a boca de cena, utilizada para instalação de bambolina mestra, reguladores, equipamentos de luz e outros elementos.


Porão – Palco

Parte inferior: do piso do palco.


Praticável – Mobiliário

Refere-se a uma plataforma composta por poleas, americanas e tampo. Pode ser montado à tramoia ou à americana.


Principal – Vestimenta Cenográfica

Tipo de telão com recorte e transparência colocado na frente de um outro telão.


Proscênio – Palco

Parte anterior do palco, compreendida entre a borda do piso e a linha da cortina de boca ou dos reguladores.


Q

Quartelada – Palco

Tampos de madeira que compõem o piso do palco.


R

Regulador – Vestimenta Cenotécnica

Bastidores ou painéis que se localizam à direita e à esquerda da boca do palco, limitando o proscênio e que definem a abertura da boca de cena e evitam o vazamento.


Ribalta – Palco

Uma bateria de luzes que pode ser instalada na borda do proscênio.


Roldana – Recurso Operacional

Polia de metal para cabos de aço. Recurso básico para as manobras.


Rompimento – Vestimenta Cenográfica

Telão recortado que, em um cenário, deixa ver a sequência de outros telões ao fundo.


Rotunda – Vestimenta Cenotécnica

Grande tela preta que é montada sempre antes do ciclorama.


Rua – Palco

Espaços transversais do piso do palco, contínuos a partir da linha da cortina; espaço entre perna e perna; e também o talho, que é a distância entre duas longarinas da grelha.



S

Saco de areia – Recurso Técnico

Bolsa de tecido usada como contrapeso. Pode ser carregada, também, de outros materiais.


Saia – Vestimenta Cenográfica

Arremate de algumas cortinas, carros ou praticáveis, de acordo com a estética adotada. Sempre em tecido.


Sanduíche – Recurso Técnico

Dois pedaços de madeira unindo um tecido entre eles.


Sapata – Recurso Técnico

Base ou suporte para instalação de elementos verticais.


Sofita – Recurso Operacional

Totalidade das cordas ou cabos de aço, que formam um plano horizontal, apoiado nos gornes e nas roldanas.


T

Tafife – Recurso Operacional

Pedaço de madeira delgada de uso múltiplo.


Talho – Urdimento

Espaço entre duas longarinas, formando a grelha, cuja função é a passagem dos tiros em corda ou cabo de aço.

Tapete – Vestimenta Cenográfica

Elemento da cenografia colocado sobre o piso. Usado também para absorver ruídos.


Telão – Vestimenta Cenográfica

Superfície de tecido, lona, papel etc, flexível ou rígida, de forma plana, que se manobra suspenso verticalmente na grelha. Ornamentado, pintado ou simples.


Teleta – Vestimenta Cenográfica

Tela para vedação fazendo conjunto com as pernas (cotovelo). Elemento cenográfico.


Trapézio – Recurso Operacional

Refere-se ao elemento para acrobacia. Forma de um trapézio ou balancinho.


Transparência – Vestimenta Cenográfica

Tela transparente que cobre, total ou parcialmente, o palco segundo um plano vertical.


Travessão – Recurso Operacional

Sarrafo ou pedaço de madeira que une painéis entre si.


Trilho – Recurso Técnico

Tipo de perfil, onde correm rodízios ou carrinhos, cuja função é permitir o deslocamento das vestimentas.


Troca de talho – Recurso Operacional

Ocorre quando há mudança das caixas de gorne ou de roldana, de um talho a outro, a fim de alterar o espaçamento.


V

Vara – Recurso Técnico

Barra de metal ou madeira, utilizada para se dependurar elementos cenográficos, equipamentos de luz e vestimentas.


Varanda de lastro – Varanda

Passarela suspensa localizada dentro do palco, onde se realiza a contrapesagem.


Varanda de manobra – Varanda

Passarela suspensa localizada dentro do palco, abaixo da varanda de lastro. Lugar onde se encontram os freios, a barra de malaguetas e a barra de afinação. Varanda na qual trabalham os maquinistas.


Vento – Recurso Operacional

Função exercida por uma corda que passa pelos tiros, para alterar a prumada das varas.


Viga – Urdimento

Estrutura onde se apoiam as longarinas da grelha. As vigas suportam a carga instalada.


Viga de cabeça – Urdimento

Viga dupla ou reforçada que sustenta os gornes ou roldanas de saída ou de cabeça.